sábado, 21 de agosto de 2010

Você!


E toda vez que eu sentia mais eu não queria sentir, e quando eu procurava algo que eu nunca quis encontrar, e quando eu olhava no relógio eu não conseguia entender, talvez eu esperava o tempo passar ou esperava a coragem dizer, coisas que nem eu mesmo sabia, coisas que eu sempre quis entender (...) E quando eu fechava os olhos eu conseguia fujir para bem longe, de que eu realmente sentia e do que eu era ou do que eu não tentava ser!

-Vestir uma mascara, criar um autor, atuar na vida, agradar o próximo, mais esquecer de você!

-Como se fosse fácil, como se tudo fosse escrito e no final fosse só apagar, deletar uma vida, ou reescrever a sua própria, mais do seu jeito do seu modo, sem medo de ofender e desagradar alguém! Pois o que realmente importa é você, é só recomeçar mais do seu modo, ser você tirar as mascaras, não apagar o passado e sim recomeçar pensando no futuro!

-Não são as pessoas que fazem você, não é os amigos que mudam a sua opinião, não é um amor que muda sua historia! é você que cria seu destino!

Hugo R. Dorta

Um comentário:

  1. ... mudamos nosso destino, mas não dispensamos as máscaras. CAda ato, cada cena, exige a sua. Assim é e sempre será por todos os séculos e séculos...

    Gde. abraço

    ResponderExcluir