sábado, 7 de agosto de 2010

O Tempo passou (...) Talvez tudo mudou, talvez as coisas mudaram (...)

-Minhas palavras, suspiros, solidão, se escondia a traz de um rosto que demonstrava uma felicidade do tipo falsa, daquelas que só queria agradar o próximo! Mais eu sempre achei que meus problemas sempre fossem ‘’só meus problemas’’ Eu nunca quis incomodar ninguém com o que eu sentia ou pensava a respeito sobre certas situações! Eu sempre tive a minha opinião mais nunca fiz questão de opinar, na minha vida fiz vários amigos nos quais a maioria acabou tornando simples inimigos, talvez pelo meu modo estranho de viver! Em meu caminho eu aprendi a fazer varias escolhas nos quais algumas mudaram minha historia totalmente, como se eu pegasse um livro rasgasse todas as paginas e tentasse concertar! Às vezes eu lembro de minha infância das partes felizes e da parte que eu comecei a ter certas duvidas! Eu sempre fui diferente, mais eu sempre me achei igual, mais sempre me importei em saber o que os outros pensam a respeito, eu nunca me importei com o que eu penso com o que deve ser melhor para mim! Eu sempre fui sendo o que diziam que era certo, mais eu nunca fui o que eu queria ser, mais com o tempo eu me completei e acho que consegui mudar em certos aspectos nessa jornada de minha vida, fui aprendendo com meus erros! Hoje me sinto como se estivesse em uma balança balançando com uma corda preste a se soltar, sinto como se a qualquer momento eu poça esborrachar ao chão, mais sinto que através daquele tombo eu vou me levantar, que em cada passo eu vou me fortalecer, eu vou ter uma nova visão de vida, não serei para sempre o velho Hugo, Talvez algumas coisas irão mudar daqui para sempre, assim como antes eu me preocupava muito com a visão do próximo hoje eu me preocupo cada vez menos, eu acho que o importante é ser feliz, independente como, ou com quem, ou a onde! O que importa que cada um tem a sua vida e todos sabemos o que fazemos a partir do momento que aprendemos a entender e raciocinar as coisas!
Hugo R. Dorta.

3 comentários:

  1. Que bom que apareceu...obg pela visitas, sempre, e, belo texto...apesar dos pesares, devemos ser sempre nós! Abçs!

    ResponderExcluir
  2. Lembra-se daquela velha e antiga frase aristotélica? - nenhum homem é uma ilha!

    Demonstrar o que se sente é bom, desde que não se deixe usar disso para explorar nossos sentimentos.

    Como disse o Franck: seja você mesmo. Não o conheço, mas tenho certeza que voc~e é uma grande pessoa, rica, com tanto pra dividir!


    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Adooreii seu texto! interessante =)) e brigadoo pelo coments lá huguenhOOo =*

    ResponderExcluir