segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Duvidas (...)

São tantas as duvidas, que talvez a melhor coisa é ficar esperando elas desaparecerem com o tempo, melhor não tentar do que se arrepender de ter tentado.. e toda vez que do meu lado você estiver, não vou conseguir me controlar, você é a duvida que me faz ter certeza, você é o meu castigo e me faz te desejar, você é meu pecado me faz ser pecador, e toda vez que eu fujo você consegue me encontrar, ou talvez não me encontre... talvez passei a te inventar em qualquer lugar.

domingo, 21 de novembro de 2010

Eu posso até ser feliz...

E tudo é uma questão de tempo(...)

Levando que minha hora vai chegar, a felicidade se esconde nas pequenas coisas, e tudo pode ser possivel daqui, daqui pra frente... (...) Chorando vou aprender, caindo vou levantar, eu posso ser muito mais do que podem pensar, posso ser capaz até de mudar, não o mundo, não as pessoas e sim a mim mesmo, e eu poço ser feliz só não consegui enxergar como e aonde, e pra tudo há uma solução, assim como para cada dor a um remédio talvez só falte eu encontrar o meu.

sábado, 20 de novembro de 2010

Talvez fomos felizes e não sabíamos

E quando passamos a reclamar, olhamos e percebemos que o tempo que passou foi bom, talvez fomos felizes e não sabíamos (...) Sinto falta de um certo tempo, de certos amigos, de como eu era, sinto falta de coisas, mais é daqui, daqui pra frente que devo pensar... muitas coisas estão a vir, e eu estou preparado, preparado pra mudanças.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Desabafo.

Estou na vida para aprender... Poço estar errando, falhando, mais sempre aprendendo a me conhecer melhor, hoje chorei, não por tristeza, ou algo parecido, chorei por raiva, como se eu me sentisse um lixo, mais serviu, serviu para aprender... peguei minhas coisas e parti, e agora? -As coisas vão ser diferente... aprendi.. a não ser mais tonto.

Hoje vim embora sobre as lágrimas, algo me fez chorar, foi raiva talvez, não consigo definir o que senti o que estou sentindo, como se eu estivesse caindo e caindo prestes a se chocar com o cão, mais como se eu estivesse gostando de cair, difícil é entender, difícil é se sentir apenas mias uma carta do baralho, difícil é guardar meus sentimentos, talvez ser um alguém que não seja eu.

Sim... eu choro, e aqui estou falando, ou apenas escrevendo... e a cada lágrima faz eu limpar a minha alma, felizes são aqueles que podem chorar e colocar pra fora suas pequenas coisas, seus pequenos problemas(...)


segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Você...

E você que passou a existir dentro de mim, e a cada telefonema a cada mensagem e a qualquer coisa que vêm de você me faz sentir assim ''um bobão feliz''. É como se você estivesse aqui, perto, ''Bem perto'' e eu consigo sentir seu cheiro, seus braços sobre mim, e eu consigo sentir você! E em meio a alguns obstáculos eu paço a te inventar....

domingo, 14 de novembro de 2010

Palavras qualquer (...)

-E Lá fora começa a cair as primeiras gotas de aguá, o dia está nublado, faz um pouco de frio, e eu estou aqui como sempre viajando em pensamentos, vou tão longe que as vezes nem sinto meus pés ao chão, são 15hrs50min de uma tarde de domingo, e aqui estou, eu e mais ninguém, esperando escrever algo bonito, ou apenas preencher singelas linhas, si é se pode falar assim, E com o som ligado me vêm coisas ao pensamento, coisas que querem ser passadas através de palavras qualquer, o que eu sinto agora?



-É como se algo faltasse em mim e a unica coisa que me completa fica talvez em outro plano, longe, distante, me sinto como uma criança querendo um brinquedo novo, e como um adulto querendo largar o seu emprego, Fico em duvida entre o certo e o errado, meu coração já não consegue entender essas pequenas coisas que me fazem assim, como seu eu estivesse em um caminho lindo com flores, arvores, um lindo bosque, um rio, mais em meio as arvores estivessem leões famintos, e em meio a essa paisagem não ira me restar nada! Me sinto com medo, um medo estranho, talvez de morrer sem ter ninguém ao lado, e eu queria só ser aceito! E a palavra amor que se torna cada vez mais difícil de se encontrar, e quando eu fecho os olhos eu me sinto em paz, mais eu quero paz pra mim, e todos não entendem o que sinto, só vêm eu sorrindo mais não sabem o que existe aqui dentro, um sentimento de culpa por não ter feito nada ou por ter feito a melhor escolha, mesmo dizendo que essa escolha é errada, mais enfim... eu não escolhi nada, eu fui escolhido e que mal as pessoas vêm no amor? Ser diferente não é se sentir feliz, não escolheria um caminho pelo bosque se esse caminho não me levasse a felicidade, mais felicidade talvez ela ainda poça existir, talvez longe tão longe, lá no fim, lá dentro no fundo de mim (...)


Hugo.R.Dorta.


''Eu não tenho nada para dar
Eu achei o fim perfeito
Você foi feita para machucar
Desapareça em meio à poeira
Leve-me aos braços do céu
Ilumine o caminho e me deixe ir
Leve o tempo, leve minha respiração
Eu vou terminar onde eu comecei''

sábado, 13 de novembro de 2010

Platônico.

Antes ser aquela criança que chora, do que ser aquele adulto apaixonado(...)
-E ele como sempre estava lá, longe, mais tão longe que mal eu consegui ver, mais eu sentia, e eu sabia que ele estava ali, era algo fora do normal, algo que até chegava doer, me fazia chorar como uma criança que perdeu seu melhor brinquedo, ou talvez como um adulto que não soube se apaixonar. E naquela certa distância que nos separava eu conseguia enxergar coisas que jamais conseguiria ver se não estivesse cego, e minhas palavras já se confundiam ao vento, antes se eu fosse uma criança solitária do que esse adulto abandonado. E se eu pudesse escolher eu não me apaixonaria por você, talvez eu escolheria o melhor caminho, o caminho que me fizesse enxergar claramente as coisas como são, e aonde estou e para onde eu irei, e em meio a distância de um amor platônico algo aprendemos, aprendemos a sofrer.

Hugo.R.Dorta

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Partir.

-Lentamente meu coração bate agora, e nesse ultimo suspiro eu espero o sinal da morte, e pra onde eu for por aqui eu deixarei as minhas marcas, Saudades talvez não seja a palavra certa, e durante todo esse tempo eu aprendi pequenas coisas no que hoje não fazem sentido, e quando eu sorria e fazia brincadeiras discretas todos viam o cara feliz, o cara que nunca existiu, e no meio dessa solidão irei partir deixando para traz o desejo de ter um alguém, um alguém que chore por mim!


Hugo.R.Dorta.

domingo, 7 de novembro de 2010

Desabafo.




Meu radio velho sobre aquela mesa toca as musicas que me fazem relembrar de coisas! Aqui estou, sozinho ou acompanhado da solidão, sobre o canto de um quarto quente, fazem uns 27 graus, lá fora todos estão se divertindo, namorando, e eu aqui me lamentando, talvez eu não nasci pra ser feliz, ou a minha hora ainda não chegou. E com o radio ligado eu vou indo pra longe, tão longe em pensamentos! E eu já não preciso mais falar nada, qualquer palavra será desnecessária, e a cada canção já expressa o que eu sinto. O Radio não para, o barulho está alto, tão alto que eu já não consigo mais escutar meu coração.


''Pois não dá pra encontrar
Conforto em outro lugar
Que não seja aqui
Dentro de mim, sem ninguém''

Fresno -Impossibilidades.



Hugo.R.Dorta

Aquele frio na Barriga.



E eu te vi, mesmo depois de anos, mesmo no esquecimento, ainda senti aquele frio na barriga, aquele mesmo que eu sentia quando você passava. (...)

sábado, 6 de novembro de 2010

Tão Bom é ouvir a sua voz.




Tão bom Ouvir sua voz mesmo que seja por minutos, tão bom saber que você está Bem!

-Meio tímido de falar com você, gaguejando até um pouco, sem palavras suficientes para te dizer, mais pra que tantas palavras, se o melhor é te ouvir. Deito sobre a cama e fico sonhando, me perco em suas fotos vejo cada detalhe! Fico imaginando se as coisas fossem diferentes, e a cada dia que passa me sinto mais feliz, só em saber que você existe! Pode estar longe, bem longe, mais não está tão longe assim para se distanciar do meu coração e a cada dia eu paço a te desejar mais, como se você fosse a parte que falta para poder me completar por inteiro.

E a cada ligação, a cada torpedo ou mensagem qualquer eu paço cada vez mais a acreditar, você é minha unica Exceção.

The Only Exception.


Hugo.R.Dorta.


segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Desabafo.


E eu só tento dizer que está tudo Bem! (...)
-Quando eu fecho os olhos eu consigo fujir, vou pra longe, tão longe que esqueço de mim, Queria eu viver em ilusão, pois o real não é como nos sonhos é mais complicado que os filmes de ação, não é um romance, são fatos reais envolvidos por sentimentos reais! Travo uma batalha contra mim, onde o que eu quero não é o que eu realmente desejo, é o que meu coração quer, não consigo controlar meus sentimentos e desejos, é algo carnal que me chama, me prende, me faz desejar, me atrai, me seduz! Seria fácil ser uma escolha, seria fácil se eu pudesse optar pelo certo ou pelo que dizem ser errado!
A vida é feita de escolhas, mais nem em todas podemos optar, temos que enfrentar e a cada ato vem a conseqüência! Não fazemos o mal só fazemos o que nosso coração manda.


Hugo.R.Dorta