sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Mas um desabafo.

Quem nunca desperdiçou palavras para desabafar e dizer coisas qualquer, quem nunca se sentiu assim como se não soubesse seu verdadeiro rumo ou na verdade não soubesse quem realmente é e do que realmente gosta, quem nunca teve duvidas e ficou confuso?
-Tudo já foi mas fácil e eu até sabia me virar melhor sozinho, lembro que gostava de andar de bicicleta e era o melhor aluno na escola, lembro que meu único sentimento era de amor familiar, e eu não tinha duvidas e nem ficava confuso, até tinha só que minhas duvidas era tipo aquelas, o que eu vou ser quando crescer? -Dentista, jogador, veterinário, ou vou ser sempre mas um alguém que não tem nada.
-Eu acho que o tempo passou e de uma tal forma que muitas coisas mudaram tão rápido, e eu vejo as coisas irem embora sobre os meus olhos e eu não consigo agarra-las como se eu estivesse assistindo o meu próprio fim, e quando falam de solidão pensam em alguém sozinho, mas não a solidão não é Ninguém, são varias pessoas juntas mas entre muitas é não ter a quem queremos ou não saber quem queremos ao nosso lado, tipo aquelas pessoas que te rodeiam brincam te fazem rir, mas te criticam por seus atos e por sua opção, é difícil explicar difícil entender.
-São as pequenas palavras que me destrói aos poucos, me digo forte e sempre falo que coisas como essa não me abalam, sempre sou um bom ator e consigo disfarçar o que escondo dentro de mim, e quando dizem que estou feliz simplesmente dou aquele sorriso meio torto e busco agradar, falo tonteiras o tempo todo mas só quando aqui estou eu sinto o verdadeiro peso de mim, a copia do ser humano perfeito e feliz.
-Não quero ser entendido posso ser até julgado mas sempre quero respeito, não quero aqueles abraços falsos e nem aquelas palavras dignas de lição de moral, acho que eu estou aqui para aprender e se minha opção não foi a melhor só cabe a mim pagar as conseqüências, não escolhi nada, fui escolhido a dedo, pensei em suicídio aos 15 anos acham que é fácil não saber dizer quem você realmente é, do que gosta, ou seja do que não quer gostar, seria fácil de mas dizer e escolher, em questão ao suicídio hoje tenho minha opinião formada e não sou capaz de nada que me prejudique e afinal eu nem sei se esse é o fim dos problemas, acho que pra tudo tem sua hora certa assim como temos nossa hora para nascermos temos nossa para morrermos.
-Digamos que não me sinto totalmente bem, preciso de aceitação, ou seja não ser só aceitado e sim me aceitar, e perder esse meu medo de arriscar e ser quem sou, e descobrir o que realmente quero através de meus olhos, não precisam entender mas eu preciso é de paz.

"Um desabafo, pequenas palavras pobres e inúteis mas que o tempo ira mudar, que assim seja"

Hugo.R.Dorta

2 comentários:

  1. Eu sinceramente acho que essas suas palavras não são inúteis, mais espero que elas realmente mudem, e que você consiga ser cada vez mais feliz, e consiga se aceitar da forma que você realmente é.
    Eu tenho 15 anos, e algumas vezes, já pensei em suicídio, por alguns problemas que aconteceram, mais é normal, acho que não existe alguém que não tenha problemas.
    Mais com o tempo eu pude entender que suicídio não vai resolver nenhum problema, e lendo suas palavras, eu pude ter uma certeza maior sobre isso.
    Mesmo nem te conhecendo, nunca te vi na minha frente, eu realmente quero que você seja muito, muito feliz :)

    ResponderExcluir
  2. Olá belo texto....!!! Acredito que assim como eu, mtos desperdiçaram palavras....

    bjus seguindo aqui, me visite!

    ResponderExcluir