sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Reclamamos do que sentiremos falta.

-Conforme o tempo fui percebendo que andei perdendo coisas que eu não gostava de ter, coisas que hoje eu sinto falta, muitas vezes cai em minha própria armadilha e deixei de acreditar em mim, mais foram essas coisas que me fizeram amadurecer, ou aprender a curtir a solidão, como se fosse escolha, ou apenas o destino… Mais em cada curva que eu cair vou aprender a sorrir e ser feliz com meu tombo, pois um dia posso sentir falta dele.

Hugo.R.Dorta

Nenhum comentário:

Postar um comentário