sábado, 8 de janeiro de 2011

Relatos de um sofrimento.

Sozinho, algo que já se tornou normal, eu não sou mais real.”

-Sou uma historia com meio começo e sem fim, sou paginas rasgadas de contos eróticos, não sou mais o refrão e nem faço mais parte da canção que ele canta para mim, e nem participo da vírgula que separa um casal nos livros de romances, sou tragédia nos filmes de ação, sou sangue nas mãos de uma criança que chora, sou apenas algo fora do normal, diferente e estranho, egoísta e mesquinho, nem sei mais onde e quando vou encontrar um caminho que seja único e meu, e se todo mundo tem uma estrada a percorrer a minha é de terra e com os buracos mais profundos nos quais eu já cai e jamais consegui me levantar, eu era tão forte que me sentia um rei, pois hoje estou tão fraco e fora de mim, não gosto de meninas e me apaixonei por um boy, ele disse que me amava até me deu flores, elas murcharam assim como ele, Hoje estou sozinho sou mais um destruído, perdi na guerra, perdi no amor, hoje estou ferido, meu coração sangra assim como minhas mãos de vingança, meu rosto já não é mais o mesmo, envelheci 90 anos depois que te conheci, minha vida se tornou estranha assim como você me fez ficar estranho por você, Hoje já não entendo mais nada e nem sei sobre o que estou falando, não preciso mais de você, mais preciso de um outro alguém que me fale besteiras qualquer no meu ouvido e me faça viver de novo pelo menos por algum tempo, preciso me conhecer e aprender com esses sofrimentos.

Hoje apenas sou o resto que você me deixou.



Hugo.R.Dorta

Um comentário: