domingo, 16 de outubro de 2011

Um alguém!


Um alguém que em noites chuvosas me abrace e me diga coisas diferentes em meu ouvido, que roube meu olhar e me deixe sorrindo igual um bobo pelos cantos, alguém que todas as manhãs me mande mensagens ou me ligue apenas pra ouvir a minha voz de sono, não um príncipe e nem um sapo, apenas alguém real o bastante pra dizer coisas que o coração é capaz de sentir, coisas no qual eu sinto falta e desperdício fingindo com sorrisos ao dizer que está tudo bem, mas cada vez que me engano com as pessoas menos eu sei sobre o amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário