sábado, 19 de maio de 2012

Um desabafo.



A coisas pelo qual eu não abriria a mão e faria varias vezes mesmo sabendo que no final iria dar tudo errado, mas a coisas no qual eu realmente voltaria a traz e faria totalmente diferente, mudaria meu jeito, escolheria melhor meus amigos, falaria "não" quando necessário e diria "Eu te amo" quando fosse verdadeiro e real, Mudaria minha historia e tiraria algumas pessoas de algumas paginas que hoje estão totalmente rabiscadas.
(...)
-Fiz certas besteira pelo qual hoje choro, amei e errei, me mostrei forte em certas situações mas na verdade toda essa força fez de mim o mais fraco e o mais inútil, mas foi na maioria dos meus erros que eu aprendi a me entender e me respeitar (Me aceitar), e de todas as coisas que um dia fiz existe apenas uma no qual eu realmente me arrependo, a que choro, a que me faz sentir dor, e me traz lembranças pelo qual eu quero esquecer, pois não digo e nem falo a ninguém, guardo comigo esse sentimento com o propósito de colocar um ponto final nessas tão tristes linhas pelo qual um dia eu escrevi.
(...)
Pois eu escrevo pra libertar os sentimentos que corroem a alma, destrói os sonhos e machuca o coração, assim eu posso seguir meus dias sem o medo do incerto, pois eu sei que através de poucas palavras eu liberto o que existe preso dentro de mim.

(Hugo Dorta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário